Brasil Econômico

Brasil Econômico

undefined
Agência Brasil
Valor da cesta básica de São Paulo sofreu aumento em período analisado pelo Procon

O valor da cesta básica no município de São Paulo registrou alta de 0,84%, no período de 24 de junho a 30 de junho, revelou nesta sexta-feira (01) o resultado da pesquisa feita diariamente pela Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, em convênio com o Dieese. 

O preço médio no período anterior (até 23 de junho) era de R$ 697,02, passando para R$ 702,89. E  o feijão não foi o maior vilão desta vez: segundo a pesquisa, o litro de leite UHT é o item cujo preço subiu mais. 

Por grupo, foram constatadas as seguintes variações:  

Alimentação: 1,07%

Limpeza: 0,08%

Higiene Pessoal: -1,18%

A variação no mês de junho de 2016 ficou em 3,60%.

LEIA MAIS:  Produção industrial tem queda de 9,8% de janeiro a maio 

Os produtos que mais subiram foram:

Biscoito maisena (pacote 200g) 12,87%

Salsicha avulsa (kg) 6,91%

Extrato de tomate (340/350g) 5,88%

Feijão Carioquinha (kg) 5,68%

Queijo muçarela fatiado (kg) 4,98%

As maiores quedas foram:

Cebola (kg) -10,00%

Batata (kg) -5,61%

Macarrão com ovos (500g) -5,21%

Desodorante spray (90/100 ml) -4,49%

Papel higiênico fino branco (com 4 unidades) -3,06%

Dos 39 produtos pesquisados, na variação semanal, 20 apresentaram alta, sendo que 15 diminuíram de preço e quatro permaneceram estáveis.

LEIA MAIS:  Indústria demitiu 41 mil no ano em São Paulo, aponta Fiesp

Os produtos que mais pressionaram a alta no período, considerando os respectivos pesos na cesta, foram, nesta ordem:         

Leite UHT (litro) 0,32%

Carne de primeira (kg) 0,28%

Feijão Carioquinha (kg) 0,24%

Queijo muçarela fatiado (kg) 0,19%

Biscoito maisena (pacote 200g) 0,13%

A Pesquisa Cesta Básica Procon/Dieese é efetuada desde de 1990. Recentemente, com a mudança do perfil da família ao longo desses anos, é usado como referência a Pesquisa de Orçamento Familiar de São Paulo (POF/IBGE) 2008/2009.  Dessa forma, a Cesta Básica Procon/Dieese a partir de 2016 contempla 39 produtos (28 de alimentação, seis de limpeza doméstica e cinco de higiene pessoal).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários