Tamanho do texto

Saiba como estabelecer uma loja neste modelo de negócios que agrega uma série de varejistas no mesmo ambiente online

Para vender no marketplace, é necessário respeitar prazos
iStock
Para vender no marketplace, é necessário respeitar prazos

O marketplace pode ser definido como um ambiente na internet que permite encontrar uma série de varejistas diferentes no mesmo local. Sendo assim, um único espaço pode oferecer uma infinidade de produtos. 

LEIA MAIS: Contabilidade financeira ou fiscal? Veja qual escritório procurar

Existe uma série de benefícios possibilitados pelo marketplace . Neste modelo de negócios, além do cliente ter maior facilidade para encontrar produtos, o lojista também é beneficiado por conseguir aumentar suas vendas, tendo em vista que o ambiente recebe grande movimentação. Fora isso, o próprio espaço de vendas também conta com a vantagem de conseguir diversificar o leque de opções oferecido aos clientes. 

Cuidados necessários

Para que este modelo de negócios apresente bons resultados, é importante que o lojista tenha alguns cuidados, de forma a evitar falhar com o cliente e perder credibilidade. Confira quais são estes pontos e o motivo da importância de cada uma deles: 

Controlar o estoque:  uma loja que não consegue alinhar estoque e demanda sempre terá problemas com encomendas, afinal, em algum momento, é possível que falte algum produto e o cliente não consiga finalizar um pedido – o que o faz procurar em outro lugar. Além disso, mercadorias que têm a oferta muito maior do que a demanda, nesse modelo de negócios, também podem causar prejuízo. Isso acontece porque, com o tempo, as peças podem começar a passar por depreciação e se tornarem obsoletas. 

Ter precaução: a ideia de ter precaução é garantir que todos os clientes consigam ser atendidos de maneira adequada. A comunicação é um ponto muito importante dentro disso. No caso de grandes promoções, que atraiam muitos consumidores, é necessário informar que as peças estão sujeitas à disponibilidade do estoque, por exemplo. 

Respeitar prazos:  uma das coisas mais importantes que o lojista deve fazer neste modelo de negócios é não descumprir os prazos aceitos pelo cliente no momento da compra. Para isso, o ideal é estabelecer prazos um pouco maiores, que não corram risco algum de serem desrespeitados. Afinal, é melhor deixar o cliente surpreso por ver o produto chegar antes da data final do que decepcionado por não ter a mercadoria em mãos até o dia esperado. 

LEIA TAMBÉM: Quando efetuar a inscrição, como fazer a consulta e mais sobre CNPJ

Cumprir promessas:  o lojista deve ficar atento e estabelecer processos minuciosos para evitar falhas na hora de enviar o produto. No caso do consumidor receber uma mercadoria diferente da que solicitou, por exemplo, o processo para troca no marketplace pode ser complicado e demorado, o que faz a loja perder credibilidade.