Brasil Econômico

Brasil Econômico

undefined
Divulgação
Contas externas vêm apresentando superávits consecutivos em 2016

As transações correntes registraram saldo positivo de US$ 1,2 bilhão em maio , informou nesta sexta-feira (24) o Banco Central (BC). O resultado ocorreu após o superávit de US$ 412 milhões em abril, o primeiro para o mês desde 2009. Vale destacar que a projeção do BC para as contas externas  do último mês era de um saldo negativo de US$ 200 milhões.

LEIA MAIS: Brasileiro pagará IR ao gastar em viagens ao exterior e remessas para familiares

O saldo da balança comercial ficou positivo em US$ 6,251 bilhões em maio . Já a conta de serviços apresentou déficit de US$ 2,489 bilhões. No acumulado do ano, de janeiro a maio, o rombo nas contas externas atinge US$ 5,966 bilhões. Na análise dos últimos 12 meses, o resultado é ainda pior: saldo das transações correntes negativo em US$ 29,523 bilhões, ou 1,7% do Produto Interno Bruto (PIB).

Reflexos nas viagens para fora do País

A leve queda do dólar nos últimos meses, após as fortes altas do ano passado, não refletiu tão positivamente nas viagens ao exterior. A conta das viagens dos brasileiros voltou a registrar em maio: a diferença entre o que o que foi gasto lá fora e o que os estrangeiros desembolsaram aqui no Brasil foi negativo em US$ 679 milhões. Em maio de 2015, no entanto, o déficit era de US$ 998 milhões.

LEIA MAIS:  4 em cada 10 brasileiros não controlam gastos

O desempenho da conta de viagens foi determinado por despesas de cidadãos brasileiros no exterior e dos estrangeiros em passeio pelo Brasil. Respectivamente, as cifras foram de US$ 1,1 bilhão e US$ 434 milhões. Já no acumulado de 2016, o saldo líquido ficou negativo em US$ 2,4 bilhões, menos da metade dos US$ 5,8 bilhões aferidos em igual período do ano passado.

Fluxo cambial

O fluxo cambial total até o dia 22 de junho está positivo: US$ 657 milhões. De acordo com o BC o fluxo financeiro no mesmo período do ano passado ficou negativo em US$ 1,058 bilhão, devido a compras de US$ 28,192 bilhões e vendas de US$ 29,250 bilhões.

Já o resultado do mesmo período no segmento comercial está positivo em US$ 1,715 bilhão. As importações somam US$ 7,906 bilhões e as exportações US$ 9,621 bilhões.

*Com informações da Agência Estado

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários