Brasil Econômico

Brasil Econômico

Honestidade é a melhor política a adotar no trabalho, mas como qualquer regra, tem suas exceções. "É importante ser cauteloso com o que você diz ao seu chefe porque, às vezes, o menor deslize pode custar a sua carreira", diz o coach de carreira Ryan Kahn, fundador do Hired Group, e autor do livro "Hired! The Guide fo the Recent Grad", em entrevista ao site Business Insider.

undefined
Reprodução/Todays Manager
Um funcionário que sempre aceita desafios, ou solicitações é sempre valorizado. "Eu não posso" mostra falta de confiança e disponibilidade de correr riscos

"Há alguns comentários e questões baseados em perspectivas negativas que podem te deixar em maus lençóis", concorda a especialista em recrutamento Lynn Taylor. "Esse tipo de comportamento pode até mesmo sabotar outras oportunidades boas de trabalho", complementa.

Um bom exercício é fazer uma pausa antes de falar algo do qual você pode se arrepender depois. "Se você acha que pode se arrepender, você provavelmente vai se arrepender", garante Taylor.

Além de de insultos e blasfêmias, essas são algumas das frases que nunca, NUNCA, devem ser ditas a um chefe.

"Você está errado"
"Criticar ou apontar abertamente um erro cometido pelo seu chefe é uma maneira e tanto de sabotar a si mesmo. Com certeza, ao fazer isso, você não será chamado para reuniões e encontros futuros, ou será ignorado na próxima vez que levantar a mão para apresentar uma questão", diz Rosalinda Oropeza Randall, especialista em etiqueta.

"Se você notar que seu chefe cometeu um erro, há melhores maneiras de dizer isso", acrescenta. "Você pode dizer 'Eu posso estar mal informado sobre este assunto, mas tenho a impressão que...'. Esse tipo de atitude os leva a reconsiderar suas afirmações e informações. E não esqueça: independente da frase que você vai usar, use-a de forma cordial".

"Eu não posso"
Um funcionário que sempre aceita desafios, ou solicitações é sempre valorizado. "Eu não posso" mostra falta de confiança e disponibilidade em correr riscos", explica Taylor.

"Não é parte do meu trabalho"
"Espera-se que você seja flexivel e facilite a vida do seu gestor, além disso, quanto mais habilidades você coleciona, mais indispensável você se torna", conta Taylor. Quando você diz que não está disposto a executar tarefas que estão além da sua função, as pessoas entendem que você não está disposto a arregaçar as mangas para garantir o sucesso da empresa.

"Não"
Além de ser de bom tom, espera-se que você coopere. Dizer não ao seu chefe é um desafio - e, às vezes, necessário - mas pode ser inapropriado se isso for dito de maneira inadequada, sem o acompanhamento de uma explicação plausível. "Por exemplo, se seu chefe pergunta 'Você tem tempo para trabalhar no projeto X hoje?', você não deveria dizer apenas 'não'. Ao invés disso, pode tentar algo como "Será um desafio focar nesta apresentação hoje. Você não preferiria que eu trabalhasse nisso amanhã?'

"Eu não sei"
Você pode não ter resposta para todas as perguntas, mas você pode tentar adivinhar ou prometer descobrir a resposta. Uma atitude como essa é muito mais apropriada do que apenas dar de ombros. 

undefined
Reprodução
Criticar ou apontar abertamente um erro cometido pelo seu chefe é uma maneira e tanto de sabotar a si mesmo

"Vou tentar"
Algumas pessoas acreditam ques essa é uma resposta aceitável, já que todos nós tentamos, de fato, executar as tarefas que nos é direcionada. Mas ao dizer isso, seu gestor se sente inseguro. Além disso, quando tarefas são dadas, seu chefe está contando com você, quase sempre, com um deadline específico. "Imagine-se perguntando 'Você vai depositar meu salário no dia 15?' e seu chefe respondendo 'Vou tentar'.

Leia também:  Chefe mão de ferro ou líder moderno: qual perfil é mais bem visto e mais comum?

"Não sou pago para fazer isso"
Esta é similar ao "Isso não faz parte do meu trabalho". Talvez, você esteja apenas tentando ser engraçado - ou sugerindo que merece um aumento - mas uma frase como essa é altamente imprópria e não profissional, e indica que você não está disposto a ir além.

"Como posso me beneficiar com isso?"
Às vezes, seu trabalho envolve ajudar outros funcionários e outros departamentos. Gestores têm pouca tolerância com aqueles que não trabalham em grupo.

"Não é o que eu ouvi"
Evite fazer fofocas. Se você não tem certeza sobre alguma coisa, aguarde, ou você corre o risco de parecer pouco profissional.

"Eu sinto muito, mas..."
"A ressalva acaba com qualquer sentimento de desculpas genuíno", diz Taylor. "Dizer de forma direta, 'sinto muito, vou estar ciente disso da próxima vez' é a melhor maneira de contornar um fracasso".

"Terminei um relacionamento e estou péssimo (a)"
Todo mundo tem problemas pessoais de vez em quando, e é nesses momentos que o nosso profissionalismo é testado. Sem querer diminuir seus problemas pessoais, por que as necessidades da empresa devem esperar você se recompor?

"Bem, eu fiz o melhor que pude"
Isso é uma desculpa para fugir da responsabilidade. Se você cometeu um erro e isso foi o melhor que você pôde fazer, essa atitude não valoriza muito as suas habilidades. A melhor resposta é que você fará o trabalho direito da próxima vez.

"Eu vou embora"
Não ameaçe deixar a empresa. Além de ser antiprofissional, seus gestores pensarão que você é um desses funcionários que topam aceitar uma nova oportunidade de trabalho sem hesitação.

undefined
Thinkstock/Getty Images
Foque na sua própria carreira, e não no salário ou nas promoções dos outros

"Eu já tentei isso antes"
Chefes têm pouca tolerância à preguiça. Ao invés de dizer "Já tentei isso antes", diga que você aprecia a sugestão e que tentou XYZ com tais resultados, mas que você ficaria feliz em tentar algo mais eficaz.

"Eu presumi que..."
Essa frase desperta frustração de muitos gestores. Eles preferem ouvir que você cometeu um erro de julgamento e aprendeu com esse erro a ouvir desculpas. 

"No meu último emprego, nós fizemos assim..."
Nenhum gestor gosta de funcionário sabe-tudo, então você deve ser sutil e delicado se pretende propor uma maneira melhor de fazer alguma tarefa. Evite o confronto direto.

"Realmente não é minha culpa, é culpa de 'fulano'"
O jogo da culpa é um caminho traiçoeiro. Se você é inocente, explique o porquê. Não comprometa os outros, se você tem responsabilidade. "Assumir a responsabilidade é o segredo", diz Kahn. "Se você é sempre visto como alguém que aponta o dedo para as outras pessoas, vai chegar uma hora que seu chefe vai questionar quem realmente é culpado."

"Se você não me responder, eu simplesmente vou fazer..."
Uma frase dessas tem um tom ameaçador. É melhor esperar do que ser repreendido mais tarde.

"Seu antecessor fez diferente/ melhor"
"Os gestores acreditam que seus métodos devem ter preferência em relação aos métodos de seus antecessores porque são eles que mantêm a posição no momento", explica Taylor. "A menos que os métodos empregador pelo seu gestor sejam claramente um erro, não o desafie com as velhas formas de fazer as coisas apenas porque elas tornam as coisas mais fáceis para você".

"Eu não posso trabalhar com ele/ ela"
Não lidar bem com os colegas é um péssimo negócio tanto na escola quanto no trabalho. Quanto a empresa contrata uma pessoa, a companhia assume que ela é capaz de superar conflitos de personalidade a fim de entregar bons resultados.

"Ele é um idiota"
Lançar calúnias sobre os outros não tem um valor redentor, pelo contrário, reflete mal em você mesmo", descata Taylor.

"Por que 'fulano' sempre...?"
Ouvir uma pessoa se lamentando a todo instante é irritante. "É melhor você perguntar como conquistar certos privilégios a incluir os outros na discussão", sugere Taylor.

"Posso falar com seu chefe sobre isso?" Ou "Eu quero falar com o RH sobre isso"
"Não consultar seu chefe para resolver determinados assuntos é desafiar a autoridade dele - algo terrível de se fazer, a menos que você esteja prestes a pedir demissão, ou não tenha outro recurso ao qual recorrer", explica Taylor. E se você estiver mesmo decidido a ir ao RH, simplesmente vá, não faça ameaças.

"Eu não tenho uma solução"
Não notifique seu gestor sobre problemas sem apresentar soluções em potencial para eles.

"Estou entediado"
Em momentos de fraqueza, você pode dividir seu descontentamento com a pessoa errada: seu chefe. O problema é que você é pago para ser produtivo e permanecer entusiasmado. Em outras palavras, é sua responsabilidade encontrar maneiras de tornar e manter seu trabalho interessante.

"Preciso te contar sobre a transa de ontem à noite!"
Às vezes a relação entre chefe e funcionário evolui para uma amizade. Entretanto, compartilhar histórias íntimas no ambiente de trabalho pode não ser muito inteligente. E se um colega de trabalho ouvir uma conversa, digamos que um pouco mais 'caliente'? Isso pode dar margem para brincadeiras de mau gosto e até mesmo assédio sexual.

"Por que Fulano tem isso e eu não?"
Foque na sua própria carreira, e não no salário ou nas promoções dos outros, a menos que você esteja testemunhando um flagrante e gritante favoritismo em relação a algum funcionário. "Se este for o caso, você pode optar por ter uma conversa mais profissional, uma vez que você tenha organizado seus pensamentos e ideias sobre os fatos", diz Taylor.

undefined
Getty Images
É responsabilidade do funcionário encontrar maneiras de tornar o trabalho interessante

"Estou muito ocupado/a. Isso pode esperar?"
É sua responsabilidade perguntar ao seu chefe se as prioridades mudaram, já que seus objetivos devem estar alinhados com os objetivos dos seus gestores. "Prioridades costumam mudar o tempo todo, portanto, você deve perguntar se houve alguma mudança e se reorganizar depois", recomenda Taylor.

"Isso é impossível"
Seu chefe não quer ouvir negatividade ou falta de convicção. Uma das melhores maneiras de decidir se deve ou não compartilhar seus pensamentos com seu gestor ou fazer perguntas delicadas é se colocar no lugar dele. Seus comentários refletem uma atitude positiva e confiante? Escolha cuidadosamente as suas palavras quando se sentir desafiado no trabalho, se quiser prosperar em sua carreira.

"Posso sair mais cedo hoje já que as coisas estão tranquilas?"
Tudo bem se você tiver que sair mais cedo. Mas não diga que é porque as coisas estão tranquilas ou porque você não tem nada para fazer. Sempre há projetos a serem tocados, e gestores gostam que os funcionários mostram iniciativa.

"Eu vou estar fora esses dias", ou "Vou sair mais cedo amanhã"
Não notifique seu chefe que você está saindo de férias ou saindo mais cedo do escritório - PEÇA para sair de férias e para sair mais cedo. Você não é uma criança, então não tem que usar frases como "Eu posso, por favor, tirar folga na segunda e na quarta-feira?" Invés disso, diga "Eu estava pensando em folgar na segunda e na quarta e queria saber se tem algum problema...".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários