O Fundo Monetário Internacional (FMI) vai esperar o avanço das medidas do governo de Michel Temer antes de divulgar o relatório Artigo IV do Brasil, o principal documento dos países membros da instituição, elaborado uma vez por ano.

undefined
BBC Brasil
Relatório de 2015 ressaltou a necessidade de o Brasil fazer reformas estruturais

De acordo com um porta-voz do Fundo, William Murray, há uma série de coisas acontecendo no Brasil neste momento e o FMI vai está analisando a situação e vai esperar os desdobramentos. Por isso, não há uma data definida para a publicação do Artigo IV, que depende da aprovação de cada país.

Para elaborar o relatório, que faz uma análise de indicadores macroeconômicos e traz recomendações de políticas econômicas, os técnicos do FMI se reúnem com membros do governo dos países que são membros da instituição.

O FMI chegou a ter problemas com o governo brasileiro em 2013, na gestão do ministro Guido Mantega na Fazenda. A equipe econômica não concordou com algumas conclusões do Artigo IV, o que fez adiar a publicação.

Inicialmente o FMI divulgou um documento com apenas três páginas em agosto daquele ano, recomendando que o governo de Dilma Rousseff reduzisse o uso de bancos públicos para estimular o crédito. O relatório final acabou sendo divulgado no final de outubro.

O documento do ano passado foi divulgado em abril e ressaltou a necessidade de o Brasil ajustar as contas fiscais e fazer reformas estruturais. O relatório também reduziu as previsões de crescimento do país, mas elogiou na época as propostas do então ministro da Fazenda, Joaquim Levy, para fazer um ajuste fiscal no país.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários