Tamanho do texto

Durante evento com empresários, Paulo Rabello de Castro disse que ajuste é "prioritário" para aumentar a produção

Michel Temer declarou nesta quinta-feira (21) que tem equipe para eventual governo
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Michel Temer declarou nesta quinta-feira (21) que tem equipe para eventual governo "na cabeça"

Cotado para assumir o ministério da Fazenda em um eventual governo Michel Temer, o economista Paulo Rabello de Castro afirmou nesta sexta-feira (22) que vê o ajuste fiscal como "prioridade" e defendeu a estabilidade cambial como medida de controle da inflação.

"O câmbio é usado de maneira imprópria e populista. Não é preciso que ele seja depreciado, e sim estável para equilíbrio de todo mercado", disse o economista durante um fórum de empresários realizado em Foz do Iguaçu (PR).

Rabello de Castro defendeu que as exportações sejam uma ferramenta para tirar o País do recesso econômico. Segundo ele, a produção para o mercado externo, principalmente de produtos de valor agregado, movimenta o mercado interno e gera empregos. O economista defendeu ainda a baixa dos juros para tornar o País mais competitivo no mercado internacional. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.