Agência Brasil

undefined
Agência Brasil
Cotação do dólar encerrou em R$ 3,653, com a maior queda percentual diária em 4 meses

Sete meses depois de aumentar a rolagem (renovação) de venda de dólares no mercado futuro, o Banco Central (BC) diminuirá as intervenções no câmbio em 25%. A decisão foi informada pela autoridade monetária nesta quinta-feira (17).

Nos últimos meses, o BC vinha rolando 100% das operações de swap cambial, como são chamadas as vendas de dólares no mercado futuro, fazendo leilões diários para trocar os contratos prestes a vencer por novos contratos que vencem mais tarde. Agora, o percentual caiu para 75%.

A decisão do Banco Central ocorre num momento em que o dólar tem registrado fortes quedas. Na última sexta-feira (11), o dólar fechou em R$ 3,591, no menor nível desde agosto do ano passado. Nesta quinta-feira, a cotação encerrou em R$ 3,653, com a maior queda percentual diária em quatro meses.

A decisão ajudará o BC a reduzir os prejuízos com as operações de swap cambial e melhorar as contas públicas. Isso porque os resultados das vendas de dólares no mercado futuro são incorporados aos juros da dívida pública.

No ano passado, o BC teve perdas de R$ 89,6 bilhões com as operações de swap . Em 2016, o banco registrou perda de R$ 16,8 bilhões, mas teve lucro de R$ 11,7 bilhões em fevereiro, quando o dólar começou a cair.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários