Após ter a imagem abalada ao ser associada a um surto de norovírus e E.Coli, a rede de restaurantes Chipotle Mexican Grill cortou os salários de seus CEOs. A informação é do site ATTN.

undefined
Flickr/Mike Mozart
Chipotle

O pagamento dos diretores executivos Steve Ells e Monty Moran sofreu uma redução de 50%, de acordo com o USA Today. Ells, que ganhava US$ 28.9 milhões em 2014, passou a ganhar US$ 13.8 milhões em 2015. Já o salário de Moran passou de US$ 28.1 milhões em 2014 para US$ 13.6 milhões em 2015. A queda vertiginosa nos ganhos dos dois empresários aconteceu após o escândalo alimentar envolvendo a cadeia de burritos.

Em 2015, pelo menos 80 estudantes da Boston College contraíram norovírus (um tipo de vírus que pode ser transmitido através da ingestão de alimentos crus manipulados por mãos infectadas) após comerem em um restaurante da marca em Boston. Antes mesmo disso, o Chipotle havia causado um surto de infecção por E.coli (bactérias contidas em alimentos contaminados) que fez ao menos 52 vítimas em nove estados americanos. Como se tudo isso já não fosse o bastante, um surto de Salmonella ocorreu em sete restaurantes da rede no estado de Minnesota.

As consequências negativas foram inevitáveis.O lucro líquido caiu 44%; a receita sofreu uma queda de 6,8%, e as ações perderam um terço de seu valor em 2015, de acordo com a USA Today.

A empresa já anunciou que tomará medidas drásticas internamente. Em um comunicado aos acionionistas, a marca informou que cancelará os bônus de todos os executivos referentes ao ano de 2015. 

Enquanto adota uma série de cortes, a Chipotle tenta reparar sua imagem. Em 8 de fevereiro, a rede de fast food fechou mais de 1.900 lojas para que seus funcionários participassem de uma reunião para tratar de questões de segurança alimentar. Durante essa reunião, o co-CEO e fundador da marca, Steve Ells, garantiu que a empresa havia renovado seu compromisso em adotar maiores medidas de segurança durante a preparação dos alimentos.

"A Chipotle é uma empresa líder no uso de ingredientes de alta qualidade e no preparo de alimentos usando técnicas de cozinha clássicas", disse Ells em um comunicado de imprensa em janeiro. "Agora, estamos trabalhando para firmar a empresa também como líder em segurança alimentar. Nossos funcionários vão desempenhar um papel fundamental para que alcancemos este objetivo e nós queremos que eles saibam o quanto apreciamos sua dedicação."

Veja 10 franquias com retorno a partir de 6 meses



    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários