Tamanho do texto

Comércio varejista brasileiro fechou o ano passado com uma queda de 4,3% no volume de vendas, a maior desde 2001

O comércio varejista brasileiro fechou 2015 com uma queda de 4,3% no volume de vendas. Esta é a maior queda do setor desde a série histórica iniciada em 2001 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Muitos consumidores aproveitaram a Black Friday, esfriando o movimento em dezembro
Thinkstock/Getty Images
Muitos consumidores aproveitaram a Black Friday, esfriando o movimento em dezembro

A Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgada nesta terça-feira (16), mostrou ainda uma queda de 2,7% no volume de vendas e de 1,9% na receita nominal em dezembro do ano passado. Na comparação de dezembro de 2015 com o mesmo período de 2014, houve redução ainda maior: de 7,1% no volume de vendas.

O movimento é atípico, já que o mês costuma ser forte em vendas por conta do Natal. O principal motivo, além da redução do poder de compra da população, foi o adiantamento das compras para novembro. Muitos consumidores aproveitaram a Black Friday, no fim de novembro, para fazer as compras de Natal – período que coincidiu também com o fim da isenção de tributação para produtos eletrônicos.

Considerando-se também os setores de veículos e autopeças e de materiais de construção, os dez setores do chamado varejo ampliado tiveram, no acumulado do ano passado, recuo de 8,6% no volume de vendas e de 1,9% na receita nominal.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.