Criptomoeda: E o Bitcoin em queda livre
Ivonete Dainese
Criptomoeda: E o Bitcoin em queda livre

O susto com a desvalorização das criptomoedas despertou a cautela naqueles que pretendiam ingressar nesse tipo de investimento. Muitos já estavam com as carteiras formadas e viram as criptos perdendo força da noite para o dia. A mais popular, o Bitcoin, escorregou de quase US$240 mil para pouco mais de US$29 mil no movimento desta terça-feira (17/05).

Mas o que ocorreu na verdade? Flávia Jabur, Community Manager da Liqi, respondeu para o 1Bilhão.

FJ- Os últimos anos foram muito positivos para o mercado cripto, em especial para o mercado internacional. Porém, o que estamos vendo este ano é um cenário totalmente diferente. A conta da impressão de dinheiro durante a pandemia de Covid-19 chegou e a economia global está sendo impactada pela inflação. A consequência é que os governos estão aumentando os juros para conter este cenário, uma decisão que estão promovendo a migração dos investidores para a renda fixa.

A Rússia invadiu a Ucrânia e o conflito que muitos acreditavam que fosse de apenas uma semana ainda está acontecendo. Esse conflito está impactando o desempenho das criptomoedas?

FJ- A guerra na Ucrânia continua e a Rússia está no centro das atenções. Recentemente o presidente russo, Vladimir Putin, disse que se a Finlândia e a Suécia entrassem para a Otan, “certamente” provocaria a resposta. Outro aspecto que não tem como ignorar é o novo lockdown na China, que acabou reduzindo a atividade econômica na segunda maior economia do mundo. Todos esses acontecimentos estão promovendo o alerta para dos investidores.

No entanto, as criptomoedas estão acompanhando a movimentação do S&P 500, isso porque durante a pandemia muitos investidores compraram criptoativos e ações para especular. Na verdade, o objetivo era tentar obter uma renda extra.

Os fundamentos do Bitcoin são os mesmos?

FJ- Independente da correção que estamos vendo neste momento, os fundamentos do Bitcoin seguem os mesmos. Correções como essa já foram vistas em outros períodos. Se olharmos para o gráfico do Bitcoin, isso no longo prazo, é nítido o quanto a criptomoeda cresceu. É claro que não existe só o Bitcoin no mercado. Hoje existem mais de 19 mil criptomoedas, algumas com projetos muito bons e outras nem tanto. Por isso, o ideal é fazer uma análise fundamentalista antes de investir. As “baleias” de cripto, ou seja, os investidores que possuem grandes quantidades, seguem acumulando Bitcoin.

Como ficam os que aplicaram muito dinheiro?

FJ- Muitas pessoas entraram no mercado cripto nos últimos anos, justamente por que viram o preço das criptomoedas subindo e não queriam ficar de fora. A primeira dica para quem está começando é iniciar com pouco para entender como funcionam. Além disso, o pensamento de ficar rico da noite para o dia não existe. Vale lembrar que não existe dinheiro fácil.

Para aqueles que já compraram e estão vendo seu capital derretendo, o ideal é fazer uma análise da estratégia traçada. Entenda por que você comprou a criptomoeda, se ela possui fundamento e qual é o seu potencial de crescimento.

Essa queda deixou o possível interessado em ser “baleia” em alerta? Qual a recomendação?

FJ- O mercado é feito de ciclos. Acredito que é bom que os possíveis investidores fiquem em alerta, isso mostra um cuidado. Quando falamos em dinheiro precisamos ter certeza de onde vamos colocá-lo, porém, é inegável o potencial de crescimento das criptomoedas. Resta ver que grandes players estão comprando Bitcoin como reserva de valor. Lembre-se de deixar a emoção de lado.

Token Luna e a Terra

O que se viu recentemente foi o token Luna e a moeda Terra perdendo cerca de US$ 35 bilhões em capitalização de mercado em apenas três dias. Esse movimento de liquidação foi o primeiro choque que o “baleia” acompanhou.

A moeda mais popular, o Bitcoin, fechou a semana passada com desvalorização de quase 12%, segundo os analistas. A aversão ao risco prossegue, já que nesta manhã o Bitcoin estava perdendo quase 5% aos US$29,411,68 em Nova York.

Se você gostou deste conteúdo e quer continuar por dentro do mundo dos investimentos, não se esqueça de clicar aqui

Entre no nosso grupo de trader

O post Criptomoeda: E o Bitcoin em queda livre apareceu primeiro em 1 Bilhão Educação Financeira .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários