Como escolher um Fundo de Renda Fixa?
Gabriel Cantu
Como escolher um Fundo de Renda Fixa?

O que é um fundo de investimento? Eles funcionam como um condomínio de investidores que delegam a gestão de um determinado patrimônio para uma gestão profissional. Com isso, visam a melhor rentabilidade possível de acordo com o mandato de risco do fundo.

Antes de tudo, entre no grupo especial de WhatsApp do 1Bilhão, para te ajudar a tratar cada vez melhor o seu dinheiro! Lá você vai receber todos os nossos conteúdos – matérias, relatórios, e-books, testes, ferramentas, guias! Vamos te ajudar a investir melhor e tratar cada vez melhor o seu dinheiro. É só clicar aqui .

Riscos de Fundos de Investimentos

De forma simples, cada fundo tem seu objetivo de retorno de acordo com cada tipo de risco. Porém, dentro do universo de Fundos de Investimentos em Renda Fixa ou Fundos de Investimentos Multimercado focados em Renda Fixa, o risco não é apenas calculado pela medida de volatilidade, mas, principalmente, por 3 principais fatores.

  1. Risco de Crédito
  2. Risco de Mercado
  3. Duration (Prazo)

Risco de Crédito

Ao investir em Renda Fixa, seja em um CDB, Tesouro Direto ou Debêntures, o investidor está emprestando seu dinheiro por um determinado período em troca de juros, expresso em taxas pós-fixadas e pré-fixadas.

Em quaisquer casos, um dos principais riscos que o investidor corre é não receber de volta o dinheiro investido e isto é denominado risco de crédito. No Brasil, o investidor pessoa física possui a proteção do Fundo Garantidor de Crédito, o FGC, em até R$ 250.000 por CPF por instituição financeira.

No entanto, um fundo de investimento é uma pessoa jurídica e investe valores muito maiores que R$ 250.000 e, por isso, não conta com essa garantia, tornando o trabalho do gestor ainda mais importante.

Leia Também

Risco de Mercado

O risco de mercado se refere às variações das taxas futuras de juros, que podem ser afetadas por fatores como política, economia e, mais recentemente, a pandemia.

A relação entre juros e preço é inversamente proporcional, ou seja, quanto menor o preço de um título de renda fixa maior o retorno que o investidor terá e vice-versa.

Leia Também

Assim, quando temos crise política, econômica ou sanitária, o risco aumenta, elevando os juros, derrubando os preços e, em muitos casos, trazendo uma performance negativa mesmo para fundos de Renda Fixa, como aconteceu em Março de 2020, no primeiro susto do mercado com a pandemia.

Duration

O Duration é uma terminologia financeira que significa o prazo médio ponderado de vencimento de título de Renda Fixa. Se um título, com o vencimento de 5 anos, por exemplo, não paga juros antes do vencimento, então seu Duration será igual ao prazo de vencimento, nesse caso de 5 anos.

Porém, no caso desse título pagar juros semestrais, por exemplo, o Duration será menor que o vencimento pois dado que parte da remuneração, ou seja, os juros, será recebida semestralmente antes do vencimento.

Esse fator de risco é importante pois como as taxas de juros são expressas “ao ano”, um título com Duration de 3 anos terá menor risco que um título com Duration de 6 anos, pois a variação da taxa de juros terá um impacto menor no preço devido ao prazo menor.

Como escolher o fundo certo?

  1. Escolha fundos com baixa taxa de Administração

    1. Menor que 1% a.a. é o ideal
    2. Porém, sempre compare as rentabilidades pois já são descontadas da taxa de administração.
  2. Escolha fundos com baixa volatilidade

    1. Fundos de renda fixa com volatilidade acima de 1% apresentam grande exposição aos fatores de risco citados acima.
  3. Escolha fundos com rentabilidade de pelo menos 100% do CDI

    1. Observe se há consistência da performance mensal em superar CDI.
    2. Entenda como o fundo se comportou nos momentos de crise econômica, como em Março de 2020.
  4. Escolha fundos de acordo com seu objetivo de investimento

    1. Se o objetivo for liquidez, busque por fundos referenciados, de baixo risco e com alta liquidez (D+0 ou D+1)
    2. Se o objetivo for rentabilidade, busco fundos com médio risco (que investimento em crédito privado – CP) e menor liquidez.
  5. Diversificação e conhecimento são chave

    1. Diversifique entre gestoras, prazos de liquidez e estratégia de investimentos.
    2. Busque opinião de casas de análise, assessores e consultores para entender todas as opções disponíveis e montar a melhor estratégia para seu objetivo.
    3. Utilize todas as ferramentas disponíveis para auxiliar no seu planejamento financeiro.

Nós do Carteira Global temos uma plataforma completa com diversas ferramentas para ajudar o investidor a investir melhor. No comparador de investimentos abaixo, você pode comparar todos os tipos de investimentos e ainda acessar o perfil e lâmina clicando no nome do fundo. Segue uma seleção de 5 fundos de investimento de renda fixa, para você entender a diferença. Basta clicar aqui para acessar .

O post Como escolher um Fundo de Renda Fixa? apareceu primeiro em 1 Bilhão Educação Financeira .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários