100 bilhões de motivos para ficar otimista com a bolsa
Felipe Moreno
100 bilhões de motivos para ficar otimista com a bolsa

Ficar otimista com a bolsa brasileira não tem sido tarefa fácil – cá estamos novamente presos perto dos 100.000 pontos, sem muita perspectiva de altas, com diversas ações “baratas como nunca”. Mas há um motivo para acreditar em dias melhores, na verdade, há 100 bilhões de motivos.

Afinal R$ 102,3 bilhões foi o saldo líquido do fluxo de estrangeiros na B3, a maior marca desde o começo da série histórica, em 2008. Aliás, esse número é mais que o dobro que os R$ 50,7 bilhões vistos em 2009, que até hoje tinha sido o recorde. Só o mês de dezembro, com fluxo de R$ 14,5 bilhões, supera os últimos três anos somados. 2020 tinha sido um ano tímido, com saldo de US$ 7,4 bilhões.

Leia Também

Agora, os estrangeiros representam 50,2% da bolsa nacional, enquanto as instituições nacionais representam 25,7%. As 4,08 milhões de pessoas físicas representam 18,6% da bolsa, embora sua posição tenha tido leve alta de 6,6% de 2020 para 2021, batendo R$ 482,3 bilhões.

O fluxo de estrangeiros é costumeiramente utilizado por muitos investidores para saber se a bolsa deve subir nos próximos meses – os “gringos” tendem a comprar quando está barato e tendem a vender quanto está caro.

Leia Também

Analisar a bolsa sob um único indicador é um pedido para sofrer, mas ficar de olho no que está acontecendo e utilizar este conhecimento a seu favor é uma grande necessidade. Por isso, você pode se cadastrar em nossos grupos de WhatsApp para receber diversas notícias, análises e conteúdos que vão te ajudar a entender melhor o andamento da bolsa e de outros investimentos. Para você se cadastrar, basta clicar neste link aqui .

Saiba mais e leia a matéria completa em 1Bilhão , parceiro do iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários