A Black Friday, uma das datas mais importantes para o comércio no mundo todo, está cada dia mais consolidada também no Brasil. Popular no comércio físico e online, a data promete aquecer a economia. No entanto, o consumidor precisa ficar de olho para não cair na “black fraude”.

Nos últimos anos, algumas lojas passaram a aumentar os preços dos produtos semanas antes da Black Friday e diminuí-los na data sazonal. Desta forma, acabavam ofertando descontos que na realidade não existiam.

Para evitar cair nessas e outras armadilhas, principalmente nas compras online, Rogerio Vairo, CEO da Eu Amo Cupons , startup que oferece cupons de desconto em mais de mil lojas virtuais, listou 5 dicas infalíveis.

Leia Também

Fazer uma lista

Antes de tudo, a pessoa precisa anotar os produtos que deseja comprar na Black Friday e seguir à risca a lista. Épocas de promoções podem ser muito boas para o bolso, mas isso se usar as ofertas com planejamento e organização. Cumprindo a lista e estipulando um teto de gastos, não há riscos de endividamento.

Pesquisar com antecedência

Não dá para pesquisar os produtos da lista apenas na Black Friday, O bom seria começar a buscar as lojas e anotar os preços que vendem os itens desejados com antecedência. Desta forma, é possível ter certeza sobre o real desconto.

Buscar por sites confiáveis

Na hora da compra, é preciso ficar atento à URL (endereço virtual de uma página ou website) e ver se não há nenhum caractere diferente do site oficial.

Leia Também

O melhor é comprar em sites em que o cliente já possui cadastro e já tenha efetuado alguma compra antes. Se for a primeira compra, ele pode buscar informações sobre a loja nas redes sociais e no Reclame Aqui.

Confira todas as dicas e saiba mais em 1Bilhão , parceiro do iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários