Nos próximos meses, Elon Musk, o homem mais rico do mundo, deve vender uma parcela de suas ações da Tesla (TSLA34). Em paralelo, o empresário realizou uma enquete com internautas questionando se deveria ou não vender os ativos de sua empresa automobilística.

De acordo com o jornal CNBC, o empresário irá desembolsar cerca de US$ 15 bilhões para saldar uma exigência de impostos referente às ações que recebeu por conta de sua posição na Tesla. Portanto, em alguns meses, esses papéis se expirarão.

Logo, esta cobrança diz respeito às ações recebidas em 2012, como uma fração do plano de compensação. Isso porque Musk não recebe uma espécie de salário ou bônus em capital.

Pensando nos acontecimentos deste final de semana, envolvendo Elon Musk, contextualizamos e explicamos cada situação:

Leia Também

Elon Musk no Twitter

Neste sábado, Elon Musk questionou seus seguidores no Twitter, em forma de enquete, se deveria se desfazer ou não de 10% de suas ações da Tesla. Sendo assim, 57,9% dos internautas votaram concordando com a venda.

Em seguida, o grande empresário destacou que já estaria preparado para qualquer um dos resultados da enquete, que soma mais de 3,5 milhões de votos.

Além disso, Musk explicou que, atualmente, sua fortuna deriva apenas do prêmio das ações e dos ganhos nos papéis, ou seja, não recebe salário. Sendo assim, a única maneira de pagar os impostos obrigatórios é vendendo ações.

Leia Também

Em outro momento, o empresário alegou que teria que exercer um grande número de opções de ações nos próximos três meses. Com efeito, em uma cobrança em grandes proporções de impostos. Logo, se desfazer de uma parte liberaria fundos para quitar os tributos.

Saiba mais em 1Bilhão , parceiro do iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários