Com a Bolsa de Valores brasileira em movimento de queda, este pode ser o melhor momento para adquirir ações. Portanto, para alguns analistas do mercado agora é o momento ideal para adquirir ações de baixo custo e investir em renda variável.

Isso porque, com a descida desacelerada que o principal índice da bolsa ( Ibovespa ) vem enfrentando, grandes estatais estão sendo negociadas a preços considerados incomuns.

Para o investidor poder julgar se esta é uma boa alternativa de investimento, especialistas indicam que seja analisado o valor patrimonial da empresa, que se encontra no balanço divulgado aos acionistas, juntamente com o seu valor de mercado, o quanto a empresa vale se somadas todas as ações.

Pensando nisso, confira 5 ações que podem ser consideradas boas oportunidades em um cenário turbulento:

Leia Também

1 – Rede D’Or (RDOR3)

Em primeiro lugar, recomendada por uma série de analistas como boa opção de compra neste período conturbado do mercado, está a Rede D’Or. Afinal, é uma companhia que, enquanto segue expandindo no mercado, produz ainda maiores oportunidades, além de margem de ganho.

2 – Vale (VALE3)

Em seguida, está a mineradora mais conhecida do mercado brasileiro, a Vale , que surgiu como recomendação entre muitos analistas. A companhia pode estar sofrendo nessa fase da Bolsa com a baixa do minério de ferro. No entanto, ela detém valor expressivo no longo prazo e expõe resultados sólidos e constantemente positivos ao mercado.

Leia Também

3 – Taesa (TAEE11)

Entre as escolhas menos evidentes se encontram as ações da Taesa, uma das maiores companhias de transmissão de energia elétrica do Brasil. Isso levando em consideração que a receita da companhia, mesmo neste cenário, tende a ser menos atingida com a possibilidade de uma crise hídrica.

4 – BrasilAgro (AGRO3)

A propósito, Flávio Conde, também recomenda uma empresa do setor do agronegócio, as ações da BrasilAgro (AGRO3), direcionada ao desenvolvimento de terras agrícolas

5 – Suzano (SUZB3)

Por fim, surgiu na lista de recomendação pelos analistas, a Suzano, companhia constituída pela base florestal que atua com produtos fabricados a partir do plantio do eucalipto, Através de um cálculos dos analistas do Bradesco BBI, cada 10 centavos de depreciação de real equivale a uma alta de 3% do Ebitda da companhia.

Saiba mais sobre cada empresa em 1Bilhão , parceiro do iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários