Esta semana, o mercado viu o primeiro ETF (Exchange Traded Fund) de Bitcoin entrar em operação nos Estados Unidos. A conquista, considerada um marco histórico, foi comemorada por representar sinais de amadurecimento e institucionalização desse tipo de investimento.

Além disso, o ETF bateu marcas recordes de negociação na bolsa de valores norte-americana poucos dias depois. Entre os mais adeptos a aplicação, estão os brasileiros, que foram responsáveis por uma movimentação de mais de US$ 100 mil.

Segundo uma pesquisa da Stake , em tão pouco tempo desde sua estreia, o volume de negociações do ETF faz dele um dos investimentos mais populares na bolsa norte-americana até hoje.

Leia Também

Sucesso do ETF aumenta preço do Bitcoin

Um dia depois do lançamento do ETF atrelada ao Bitcoin, a criptomoeda mais famosa do mundo chegou a bater US$ 65 mil, tendo seu maior valor histórico e uma valorização de 100% no ano. Dessa forma, a alta influenciou outras criptos, resultando em onda positiva chamada de altacoin pelo mercado.

“O preço do Bitcoin explodiu com a liberação do tão aguardado e primeiro ETF negociado nos Estados Unidos nesta semana, um importante facilitador para entrada de fluxo comprador. Agora, a expectativa é de que a cotação do Bitcoin continue em alta e atinja US$ 100 mil”, afirma Safiri Felix, diretor de Produtos e Parcerias da Transfero.

Saiba mais em 1Bilhão , parceiro do iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários