5 serviços bancários que você paga mas que existem totalmente de graça
Redação 1Bilhão Educação Financeira
5 serviços bancários que você paga mas que existem totalmente de graça

É comum ver bancos cobrarem para as pessoas terem acesso aos seus serviços. Certamente, você já desistiu de ter uma conta ou um produto financeiro devido aos custos que eles acabam gerando. Entretanto, desde 2008, boa parte dos serviços bancários são disponibilizados forma gratuita, apesar de limitada.

Graças a uma resolução do Banco Central que garante acesso sem custos a todos os serviços bancários básicos. Como extratos, saques e etc. Vale destacar que todos os bancos precisam seguir esta norma.

Entre os serviços pode deixar de pagar e começar a utilizar de graça, estão:

1 – Transferências bancárias

Apesar de transferências bancárias para o mesmo banco normalmente não serem cobradas, entre instituições diferentes, a taxa pode chegar até R$ 10 por transferência. Entretanto, o cliente pode resolver este problema facilmente, cadastrando chaves PIX .

Essa ferramenta possui as mesmas funcionalidades que o TED e o DOC. Mas, com uma pequena vantagem, o PIX além de gratuito, é feito em tempo real. Ou seja, assim que transferido, o dinheiro cai na conta da pessoa em poucos minutos.

2 – Extrato bancário

É muito comum que mesmo para os serviços gratuitos oferecidos pelos bancos, haja um número limitado para retirada de extratos bancários. Isso faz com que cada utilização dos extratos, além do limite uso gratuitos, seja cobrada a parte.

Para cortar este tipo de gasto, o cliente tem em seu aparelho celular o aplicativo do seu banco. Nele será possível acompanhar sua movimentação de dinheiro, bem como a entrada e saída de valores.

Outra opção seria aderir aos bancos digitais, que não costumam cobrar por estes serviços, já que tudo é feito de maneira virtual.

5 serviços bancários que você paga mas que existem totalmente de graça
Cartões bancos

3 – Aplicativos de organização

Organização é uma peça chave para ter uma vida financeira saudável. Para isso, muitos acabam pagando por aplicativos de organização financeira. Porém, uma forma de economizar dinheiro é através da plataforma de serviços do Google.

Saiba mais em 1Bilhão , parceiro do iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários