PayPal (PYPL34) deixa de cobrar multas por atraso no serviço ‘compre agora, pague depois’
Sophia Bernardes
PayPal (PYPL34) deixa de cobrar multas por atraso no serviço ‘compre agora, pague depois’

Nesta quarta-feira (18), o PayPal (PYPL34) divulgou que deixará de cobrar multas de clientes que atrasam o pagamento de prestações no serviço ‘compre agora, pague depois’.

Logo, a partir de outubro, a vantagem começa a valer nos Estados Unidos, Reino Unido e França. Já na Alemanha e Austrália, o produto já foi atualizado.

No entanto, a empresa ainda não divulgou sua previsão para a entrada do serviço em território nacional.

Você viu?

Serviços BNPL no PayPal

Os serviços BNPL, que possibilitam o cliente de parcelar suas compras, obteve forte crescimento no cenário pandêmico. Posto que, os consumidores recorreram ao comércio online, aumentando a competição neste setor.

Desta forma, o serviço de ‘compre agora, pague depois’ entrou em vigor em 2020. O intuito do mesmo é tornar os produtos mais atrativos e acessíveis aos clientes.

Visto que as multas em razão do atraso de pagamento estavam afetando a experiência do cliente, segundo Greg Lisiewski, presidente de Produtos Globais Pague Depois do PayPal.

A novidade de não cobrar taxas ocorre em um momento de valorização do serviço BNPL. Com efeito, seus consumidores não assumem suas dívidas.

Saiba mais em 1Bilhão Educação Financeira , parceiro do iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários