Via (VIIA3) paga acordo de R$ 546 mil à Comissão de Valores Mobiliários
Fernanda Capelli
Via (VIIA3) paga acordo de R$ 546 mil à Comissão de Valores Mobiliários

A Via (VIIA3) anunciou um pagamento de R$ 546 mil à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). O valor refere-se a um processo enfrentado pela varejista no ano passado.

No final de abril de 2020, a empresa realizou ‘lives’ divulgando informações que provocaram oscilações estranhas nos ativos da companhia.

“A Superintendência de Relações com Empresas (SEP) solicitou o processo. O objetivo era apurar a divulgação, de maneira inadequada, de informação relevante sobre os negócios da Via Varejo.”, afirmou a CVM em nota.

Você viu?

O processo

Nessas transmissões ao vivo, os principais participantes eram Roberto Fulcherberger, presidente da Via, e Orivaldo Padilha, vice-presidente financeiro e diretor de relações com investidores (RI).

De acordo com o processo aberto na CVM , as informações passadas por eles não tinham a divulgação do fato relevante. Dessa forma, foram disseminadas em veículos e outros meios de comunicação, o que acabou gerando uma movimentação estranha nos ativos da empresa entre os dias 24 e 29 de abril.

Saiba mais em 1Bilhão Educação Financeira , parceiro do iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários