Ações da CCR (CCRO3) valorizam após fim da disputa judicial com Estado de São Paulo
Sophia Bernardes
Ações da CCR (CCRO3) valorizam após fim da disputa judicial com Estado de São Paulo

Nesta terça-feira (29), a Companhia de Concessões Rodoviárias (CCRO3) assinou um acordo que estabelece o fim da disputa judicial com o Estado de São Paulo , envolvendo os aditivos das concessões da AutoBAn , ViaOeste e SPVias , acertadas em 2006.

Em suma, as controladas da companhia se comprometeram a pagar um total de R$1,2 bilhão de reais ao governo de São Paulo em até 15 dias. O valor será dividido em R$ 352 milhões pela AutoBAn, R$ 263 milhões pela SPVias e R$ 585 milhões pela ViaOeste .

“Com o acordo, é previsto uma redução da taxa interna de retorno (TIR) contratual nos cálculos dos desequilíbrios que lhes são desfavoráveis”, afirmou a CCR.

Você viu?

Previsão das ações ( CCRO3)

Na avaliação dos analistas do banco de investimento Credit Suisse, o acordo aumenta a duração do fluxo de caixa em até 3 anos . Além disso, diminui o risco regulatório e permite que a CCR invista em projetos futuros.

O Credit Suisse prevê um valor líquido de R$8,2 bilhões. Isto é, cerca de 30% do valor de mercado da companhia. Logo, o banco recomenda a compra.

Para saber mais, leia a  matéria completa em 1Bilhão Educação Financeira .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários