Região Sudeste registra gasolina mais cara do País no início de junho
Redação 1Bilhão Educação Financeira
Região Sudeste registra gasolina mais cara do País no início de junho

De acordo com o mais recente levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL), os postos da Região Sudeste registraram a gasolina mais cara do País nas primeiras semanas de junho . O combustível foi encontrado nos postos a R$ 5,953, após alta de 0,88% na comparação com o fechamento de maio. Já o litro do etanol avançou 1,76% e foi encontrado a R$ 4,861.

“O diesel e o diesel S-10 no Sudeste também apresentaram aumento nos preços, mas na comparação com outras regiões, têm valores médios acima apenas da Região Sul. O diesel comum foi comercializado a R$ 4,567, após aumento de 0,40%, enquanto o diesel S-10 avançou 0,30% e foi encontrado a R$ 4,636”, pontua Douglas Pina, Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil.

Gasolina

Em Minas Gerais, tanto o diesel quanto o diesel S-10 foram comercializados pelo maior preço médio do Sudeste, a R$ 4,681 e R$ 4,731, respectivamente. Os maiores aumentos no valor por litro, no entanto, foram registrados em São Paulo, de 0,51% para o diesel comum, e no Espírito Santo, de 0,52% para o tipo S-10.

Você viu?

O etanol e a gasolina de maior preço médio foram encontrados no Rio de Janeiro. O etanol nos postos fluminenses avançou 1,96% e foi comercializado a R$ 5,410. Já no caso da gasolina, as bombas registraram valor médio de R$ 6,308 o litro, após a menor alta da Região Sudeste para o combustível, de 0,59%.

Etanol

O etanol teve o aumento mais significativo em Minas Gerais, de 2,27% em relação ao fechamento de maio. E a gasolina avançou em São Paulo com a maior taxa, de 1,24%.

Nos postos paulistas, todos os combustíveis foram comercializados pelo menor preço médio da região. O diesel foi encontrado a R$ 4,499; o diesel S-10, a R$ 4,544; o etanol, a R$ 4,204; e a gasolina, a R$ 5,486.

Confira a reportagem completa aqui

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários