Vale (VALE3) terá que prestar contas à Câmara sobre repasses de hidrelétrica soterrada
Redação 1Bilhão Educação Financeira
Vale (VALE3) terá que prestar contas à Câmara sobre repasses de hidrelétrica soterrada

Em reunião realizada nesta terça-feira (13), o colegiado da Comissão de Minas e Energia (CME) da Câmara aprovou, por unanimidade, um requerimento de audiência pública para que a mineradora Vale (VALE3) explique os ganhos que tem recebido desde 2015 com sua hidrelétrica Risoleta Neves, em Minas Gerais, apesar de a usina ter sido inviabilizada pelo desastre causado pela Samarco , da própria Vale.

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo , o pedido para audiência pública se baseou em reportagem publicada pelo próprio jornal no dia 7 de abril, a qual demonstrou que a Vale já recebeu cerca de R$ 500 milhões desde novembro de 2015, quando houve a catástrofe, apesar de sua usina não gerar nenhum watt de energia elétrica.

"O setor elétrico é cheio de assombrações. Foge à compreensão do homem comum entender como é que uma usina que não gera mais nada continua a receber, mesmo sem prestar serviço”, diz o deputado Edio Lopes (PL-RR), autor do requerimento. "Faremos tudo o que for possível para estancarmos esses pagamentos. E vou mais distante ainda. Pelo menos na parte de todos os consumidores do Brasil, a Vale terá de ressarcir esse dinheiro . Não daremos trégua até resolvermos isso", garante

O post Vale (VALE3) terá que prestar contas à Câmara sobre repasses de hidrelétrica soterrada apareceu primeiro em 1 Bilhão Educação Financeira , onde pode ser lido na íntegra.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários