Tamanho do texto

Programa usado para enviar informações à Receita está disponível em várias plataformas, inclusive aplicativos para celulares e tablets com Android e iOS

Brasil Econômico

Receita Federal espera receber cerca de 28,8 milhões de declarações do Imposto de Renda Pessoa Física
Kevin Pluck/Creative Commons
Receita Federal espera receber cerca de 28,8 milhões de declarações do Imposto de Renda Pessoa Física

Os programas de preenchimento da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física de 2018 já estão disponíveis no site da Receita Federal . Os contribuintes que precisam enviar seus dados podem realizar o processo por meio do computador, de dispositivos móveis e do próprio navegador.

Leia também: Veja as principais mudanças na declaração do Imposto de Renda de 2018

No caso de computadores, o programa da declaração pode ser baixado em Windows, Mac, Linux e Solaris. Já para smartphones e tablets, o aplicativo Meu Imposto de Renda está disponível para Android e iOS. O serviço também está disponível no Centro Virtual de Atendimento (e-CAC). Para enviar os dados pelo navegador, é necessário ter um certificado digital, usado pelo próprio contribuinte ou por um procurador autorizado.

Leia também: Bancos deixam de aceitar boletos antigos com valor a partir de R$ 2 mil

No caso de computadores, também é preciso ter na máquina uma versão atualizada do Java, que pode ser baixado aqui. De acordo com a Receita, o processo pode ser iniciado em uma plataforma e ser completado em outra. Em alguns casos, também é necessário utilizar programas auxiliares, como Atividade Rural, Ganho de Capital, Ganho de Capital em Moeda Estrangeira e Carnê-Leão.

Quem precisa fazer a declaração do IR 2018?

Neste ano, precisa declarar quem teve, em 2017, rendimentos tributáveis, em valores acima de R$ 28.559,70. No caso de atividade rural, deve declarar quem teve receita bruta acima de R$ 142.798,50. Também devem realizar a declaração as pessoas que:

  • receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte com soma foi superior a R$ 40 mil; 
  • obtiveram, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens e direitos, sujeito à incidência do imposto, ou que realizaram operações em bolsas de valores; 
  • pretendem compensar prejuízos com a atividade rural de anos-calendário anteriores ou de 2017; 
  • tiveram, em 31 de dezembro de 2017, a posse ou a propriedade de bens e direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil; 
  • que passaram à condição de residentes no Brasil em qualquer mês e assim se encontravam em 31 de dezembro; 
  • que optaram pela isenção do Imposto de Renda incidente sobre o ganho de capital com a venda de imóveis residenciais para a compra de outro imóvel no país, no prazo de 180 dias contados a partir do contrato de venda.

Leia também: Acha o bitcoin muito caro? Conheça outras criptomoedas para investir

A expectativa da Receita Federal é receber 28,8 milhões de declarações do Imposto de Renda em 2018, 300 mil a mais do que no ano passado. Segundo o órgão, a estimativa é influenciada pelo crescimento da renda, com várias categorias com aumento salarial e aumento do número de pessoas empregadas.

* Com informações da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.