Segundo levantamento da CNI, indicador sobre otimismo do setor chegou a 56,5 pontos em novembro e ficou 2,5 pontos acima de sua média histórica

Brasil Econômico

Os resultados econômicos dos últimos meses fizeram a indústria se mostrar mais otimista com o futuro do País em novembro. Segundo dados divulgados pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta quinta-feira (23), o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) registrou alta de 0,5 ponto na comparação com outubro. Com isso, o indicador chegou a 56,5 pontos e atinge o melhor resultado desde abril de 2013, período do início da crise.

Leia também: Reforma da Previdência impacta resultados na Bovespa e decisão dos investidores

O resultado faz o indicador permanecer acima da média histórica de confiança industrial, de 54 pontos. Segundo o levantamento da CNI, a indústria extrativa foi a mais confiante no mês de novembro, atingindo a marca de 57,5 pontos, um ponto acima da média histórica do segmento. A indústria de transformação registrou 56,9 pontos. A área da construção também está acima da média, registrando 54,4 pontos.

De acordo com a pesquisa realizada pela CNI, a indústria extrativa foi a mais confiante no mês de novembro
shutterstock
De acordo com a pesquisa realizada pela CNI, a indústria extrativa foi a mais confiante no mês de novembro

Leia também: PIS-Pasep tem terceira fase de saques antecipada para essa quinta-feira

De acordo com a CNI, o otimismo dos empresários do setor industrial está ligado à melhora da percepção sobre as condições atuais dos negócios e da economia. "Há a redução nos juros, da inflação e do desemprego. A economia está em um momento melhor do que há seis meses", explica o economista da entidade, Marcelo Azevedo. O Índice de Condições Atuais, por exemplo registrou alta de 1,1 ponto na comparação com outubro , registrando 51,5 pontos.

Neste componente, a avaliação sobre a própria empresa foi a que registrou a mais alta, de 1,2 ponto, passando para 51,9 pontos. Ao mesmo tempo, o Índice de Expectativas para os próximos seis meses ficou em 58,9 pontos, em novembro. O componente teve alta de 0,1 ponto na comparação com outubro e foi influenciado, principalmente, pela avaliação a respeito da economia, que atingiu 55,2 pontos, com alta de 0,3 ponto.

Leia também: IPCA-15 registra o menor acumulado para um mês de novembro desde 1998

Os indicadores da pesquisa da CNI sobre o otimismo de empresários da indústria variam entre zero e 100 pontos. Quando a pontuação supera a marca de 50 pontos, o setor demonstra que está confiante com a economia. Por outro lado, quanto está abaixo deste número, indica que está pessimista. A pesquisa foi realizada entre 1º e 14 de novembro, com 2.980 empresas em todo o País, sendo 1.162 de pequeno porte, 1.129 de médio porte e 689 de grande porte.

* Com informações da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.