Tamanho do texto

Mecanismo de Estabilidade Europeu terá capital inicial de 80 bilhões de euros e garantias de 620 bilhões de euros

selo

Os governos da zona do euro chegaram a um acordo sobre os detalhes do fundo de resgate de 500 bilhões de euros que começará a funcionar em julho de 2013. O novo fundo será chamado Mecanismo de Estabilidade Europeu (ESM, na sigla em inglês) e possuirá uma base de capital de 700 bilhões de euros. Com isso, a entidade poderá emprestar até 500 bilhões de euros e ainda assim receber a classificação máxima de crédito (AAA).

O ESM terá capital inicial de 80 bilhões de euros, enquanto os 620 bilhões de euros restantes virão de garantias dos governos europeus. O fundo cobrará um prêmio de 2 pontos porcentuais sobre os custos de financiamento em todos os empréstimos e acrescentará uma taxa de 1 ponto porcentual aos empréstimos que não forem pagos após três anos.

A criação de uma base de capital para o ESM tem como objetivo resolver um dos problemas enfrentados pela Linha de Estabilidade Financeira Europeia (EFSF, na sigla em inglês), o atual mecanismo de resgate da zona do euro. A EFSF é formada apenas por garantias dos governos, o que exige a obtenção de um volume elevado de capital para que o crédito da entidade possua a classificação AAA.

A EFSF é amparada por 440 bilhões de euros em garantias, mas possui capacidade de empréstimo de 250 bilhões de euros, segundo estimativas. Os líderes da zona do euro pretendem elevar a capacidade de empréstimo da EFSF para 440 bilhões de euros quando se reunirem em Bruxelas na quinta-feira. As informações são da Dow Jones.