Tamanho do texto

A Warner Bros. Entertainment, pertencente à Time Warner, anunciou que vai eliminar quase 800 vagas, ou 10% de sua força de trabalho, em todas as suas divisões e em todos os níveis hierárquicos.

A empresa de produção de filmes citou "a situação econômica global e as atuais expectativas para os negócios".

A medida vai cortar 600 empregados, dos quais 300 serão demitidos nas próximas semanas. Mais 300 serão dispensados gradualmente durante os próximos dois anos. Outras 200 vagas atualmente abertas não serão preenchidas, para ajudar a diminuir os custos.

Além dos 800 cortes, a Warner Bros. vai transferir mais 155 empregados durante os próximos meses para a Cap Gemini, uma consultoria e empresa de terceirização francesa que já administra muitas operações da Warner Bros. Esses empregados continuarão trabalhando como consultores de projetos relacionados à Warner Bros.

"Estamos muito tristes em anunciar que, com base na situação econômica global e nas atuais expectativas para os negócios, o estúdio terá de reduzir a equipe nas próximas semanas com objetivo de controlar os gastos", afirmou Barry Meyer, chairman e executivo-chefe, e Alan Horn, presidente da empresa, em um memorando divulgado hoje. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.