Tamanho do texto

Redação Central, 26 fev (EFE).- A Vivo, controlada pela Telefónica, anunciou aumento de 22,3% nos lucros em 2008, enquanto em toda a América Latina a companhia espanhola teve alta de 10,4% nas receitas.

A receita total da Vivo foi de 2,932 bilhões de euros.

Já em toda a região latino-americana a Telefónica chegou a 22,174 bilhões de euros (aproximadamente US$ 28,160 bilhões) em receitas.

Em comunicado, a firma espanhola destacou a evolução do mercado brasileiro, que somou 8,606 bilhões de euros - um crescimento de 12,2% em moeda local em relação a 2007.

O número de clientes também aumentou: foram 60,7 milhões, 24% a mais que no fim de 2007.

Em uma análise da América Latina, os maiores aumentos também foram registrados no Brasil, onde a Telefónica tem quase 45 milhões de linhas de celular, seguido de México, Peru e Colômbia.

No setor de telefonia fixa, foi registrado um maior peso nos ramos da internet e televisão por assinatura, com um crescimento da base de clientes de 3,9%, para 34,9 milhões.

Já a banda larga superou os 6 milhões de acessos, um crescimento anualizado do 20,5%, enquanto a televisão por assinatura já conta com mais de 1,5 milhão de clientes.

A Telefónica destacou o "forte dinamismo" do mercado de telecomunicações na região, que continua como "motor de crescimento" do grupo.

No fim de dezembro de 2008, a divisão latino-americana da Telefónica contava com 158,3 milhões de linhas na região, 18% a mais que em relação ao ano anterior.

Em telefonia celular, a firma conta com 123,4 milhões de clientes, 22,7% a mais que em 2007.

Segundo a empresa, sua estratégia segue sendo a de aumentar os investimentos no setor de telefonia celular e modernizar o de linhas fixas, com mais serviços de internet e tv por assinatura. EFE nca/dp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.