Tamanho do texto

cho que foi uma boa reunião e estou confiante de que (o acordo) passará", disse Biden

O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, se mostrou "confiante" de que o Congresso americano irá aprovar o acordo para elevar o teto da dívida pública do país em US$ 2,1 trilhões e, assim, evitar a moratória do Governo federal.

"Acho que foi uma boa reunião e estou confiante de que (o acordo) passará", disse Biden aos jornalistas, depois de se reunir no Capitólio com os congressistas democratas para ganhar o apoio deles para o plano de redução de déficit e elevação do teto da dívida.

O acordo bipartidário, anunciado no domingo à noite, inclui um aumento de pelo menos US$ 2,1 trilhões no limite da dívida até 2013, e uma redução do déficit mediante cortes fiscais de aproximadamente US$ 2,4 trilhões na próxima década. "Deveríamos estar falando sobre infraestrutura, sobre investimentos em educação. Devemos superar o assunto da dívida e nos concentrar na questão do crescimento da economia", acrescentou.

A Câmara dos Representantes e o Senado devem votar ainda nesta segunda-feira o projeto de lei, por isso a Casa Branca está buscando convencer os parlamentares democratas reticentes para que aceitem um plano que evite que os EUA entrem pela primeira vez em moratória.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.