Tamanho do texto

A Venezuela deu início a negociações para comprar uma fatia de 80% na Cativen, subsidiária local da rede de supermercados francesa Casino Guichard-Perrachon. A Casino, que no Brasil divide com a família Diniz o controle do Pão de Açúcar, ofereceu-se para vender a unidade após ter tido sua rede varejista Almacenes Éxito expropriada pelo governo venezuelano.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237561108337&_c_=MiGComponente_C

"Eles querem vender para a Venezuela", disse Chávez. Os parceiros minoritários da Casino na Cativen incluem a Empresas Polar, a maior produtora de alimentos da Venezuela e frequente alvo das ameaças de nacionalização de Chávez.

No sábado, o presidente venezuelano determinou que a Polar esvaziasse alguns depósitos que controla na cidade de Barquisimeto, no oeste do país, de modo que o governo possa construir moradias na área.

No sábado, Chávez inaugurou uma cadeia estatal que utiliza as lojas da Almacenes Éxito que pertenceram à Casino. As novas lojas venderão de aparelhos domésticos a alimentos básicos a "preços socialistas", de acordo com os planos do governo. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.