Tamanho do texto

As vendas no varejo do Reino Unido aumentaram menos do que o esperado em julho, segundo dados do Escritório para Estatísticas Nacionais (ONS, na sigla em inglês)

selo

As vendas no varejo do Reino Unido aumentaram menos do que o esperado em julho, segundo dados do Escritório para Estatísticas Nacionais (ONS, na sigla em inglês). Em comparação com junho as vendas subiram 0,2% e em relação a julho do ano passado houve estabilidade. Economistas ouvidos pela Dow Jones previam alta de 0,4% em termos mensais e em termos anuais.

As vendas em lojas de alimentos cresceram 0,7% em julho ante junho, mas caíram 1,6% ante julho de 2010. Em lojas de produtos não alimentícios, houve queda mensal de 0,1% e anual de 1,1%. As vendas de têxteis, roupas e calçados caíram 0,3% e 1,0%, nas mesmas bases de comparação, respectivamente, e as de aparelhos domésticos diminuíram 0,3% e 4,1%.

O poder de compra do consumidor do Reino Unido está sendo pressionado por uma combinação de inflação alta e salários estagnados, enquanto o fraco mercado de trabalho e os altos níveis de dívida pessoal prejudicam a confiança do consumidor. As informações são da Dow Jones.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.