Tamanho do texto

Emplacamentos de caminhões tiveram queda de 14,2% também ante mesmo mês de 2011

selo

As vendas de automóveis e comerciais leves somaram 235.896 unidades em fevereiro de 2012, soma que representa uma queda de 6,65% na comparação com janeiro e de 8,85% ante igual mês do ano passado, segundo dados divulgados hoje pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

Segundo a Federação, os emplacamentos de caminhões tiveram queda de 16,27% na comparação com janeiro, com um total de 10.892 unidades vendidas em fevereiro. Na comparação com fevereiro de 2011, quando foram negociadas 12.694 unidades, o setor registrou recuo de 14,20%.

As vendas do segmento de ônibus cresceram de 6,34% em fevereiro ante o mês anterior, para 2.733 unidades. Na comparação com o mesmo período de 2011, o segmento registrou crescimento de 3,68%. Os setores de caminhões e ônibus, juntos, apresentaram queda de 12,54%, no comparativo entre fevereiro e janeiro, e retração de 11,12% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Motos

No segmento de motocicletas, as vendas foram 5,34% menores em fevereiro de 2012 ante janeiro, totalizando 134.642 unidades. Na comparação com fevereiro de 2011, o setor apresentou retração de 7,34%.

As vendas de implementos rodoviários, por sua vez, somaram 3.734 unidades em fevereiro, com crescimento de 4,16% sobre janeiro. Outros veículos, como carretas para transporte de jet sky e motos, registraram crescimento de 7,85%. Foram comercializadas 7.366 unidades contra 6.830, comparando com o mês de janeiro.

Recuo

As vendas totais de veículos (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motos, implementos rodoviários e carretas) ficaram 5,77% abaixo das projeções da MB Associados, parceira da Fenabrave. Considerando todas as categorias, foram comercializadas 395.263 unidades, com retração de 6,97% ante janeiro e de 8,97% sobre o mesmo mês do ano passado.

Em nota à imprensa, a Fenabrave reitera as projeções de crescimento para 2012. A previsão é de aumento de 5,76%, totalizando 5.890.733 milhões de unidades. Para os segmentos de automóveis e comerciais leves, a Fenabrave espera aumento de 4,50% nas vendas comparado a 2011, totalizando 3.579.699 milhões de unidades.

Já o setor de caminhões deverá contabilizar 189.235 mil unidades, com evolução de 9,6%, enquanto o segmento de ônibus deverá crescer 14,3% (39.718 mil unidades). Para o setor de motos a previsão é de aumento de 7,5%, para 2.086.082 unidades.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.