Tamanho do texto

SÃO PAULO - A valorização do real perante o dólar está esbarrando num limite, afirmou o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Ele acredita, no entanto, que tal variação deve se ajustar naturalmente dentro do regime de câmbio atual. O câmbio é flutuante. Deve reagir a essa situação e caminhar para um patamar mais desejável.

O ministro admite que a apreciação do real ante o dólar tem sido um dos elementos que estão evitando uma inflação ainda maior. A valorização ajudou a reduzir o ímpeto inflacionário, disse. Ele também reconhece, porém, que o desequilíbrio cambial traz riscos para as contas externas do país. Economias com câmbio muito apreciado estão fadadas ao desequilíbrio das contas correntes, doença holandesa (quando a exportação de commodities com alto preço valoriza a moeda e prejudica produtos industriais) e outras coisas do tipo, comentou o ministro em evento na capital paulista. Mas não acredito que o câmbio continue nessa trajetória. Poderemos ter mudança nesse panorama, completou, novamente em referência à flutuação cambial.

(Bianca Ribeiro | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.