Tamanho do texto

O Uruguai tem um sistema financeiro sólido e sério e é a Justiça que determina quando deve ser suspenso o segredo bancário, afirmou nesta quinta-feira o presidente do Banco Central, Mario Bergara, no momento em que a OCDE inclui o país na lista negra de paraísos fiscais.

A pedido do G-20, que acaba de se reunir em Londres, a OCDE divulgou uma lista negra de paraísos fiscais que cita Uruguai, Costa Rica, Malásia e Filipinas.

"No Uruguai, não somos e nem queremos ser um paraíso fiscal. O Uruguai não é um mosteiro, mas também não é um cassino", disse o presidente uruguaio, Tabaré Vázquez, na Cúpula de Líderes Progressistas realizada no Chile.

Segundo Bergara, desde a aprovação da Reforma Tributária, em 2007, foi eliminada a criação das Sociedades Anônimas Financeiras de Investimentos (Safi) e há um prazo até 2010 para a adequação das Safi já existentes.

Bergara citou a "solidez" e a "seriedade" do sistema financeiro e do sistema bancário uruguaio, que tem severas normas de "supervisão e regulação".

yow/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.