Tamanho do texto

Nova York, 10 mar (EFE).- A United Technologies anunciou hoje que eliminará 11,6 mil empregos para reduzir seu quadro de funcionários em 5%, devido à progressiva piora das condições econômicas no mundo todo, o que impede que o conglomerado industrial vislumbre uma recuperação durante este ano.

O fabricante de helicópteros, motores de avião e elevadores, entre outros produtos, informou em comunicado à imprensa que revisou sua previsão de crescimento para este ano e situou seu lucro por ação em uma categoria de entre US$ 4 e US$ 4,5.

Para fazer frente à piora das condições econômicas e, ao mesmo tempo, obter esse lucro, decidiu eliminar 11,6 mil postos de trabalho, uma medida que custará à United Technologies US$ 600 milhões e que se somará aos cerca de 6,4 mil empregos que já tinha anunciado que eliminaria em 2008.

Após aplicadas e custeadas todos as demissões, que este ano significarão uma despesa extraordinária de US$ 750 milhões, cortes poderiam representar uma economia anual para a firma de cerca de US$ 1 bilhão. EFE mgl/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.