Tamanho do texto

Sistema vai aumentar a capacidade de financiar projetos em infraestrutura nas regiões

A União Europeia (UE) criou um novo mecanismo para facilitar o financiamento de investimentos na América Latina, que foi anunciado nesta terça-feira na cúpula do bloco europeu com países latino-americanos e do Caribe, realizada em Madri.

A declaração final da reunião faz alusão, além disso, à criação futura de um fundo caribenho para infraestrutura.

As duas iniciativas "aumentarão a capacidade de financiar projetos em setores-chave na América Latina e na região do Caribe", aponta o texto.

O novo mecanismo de investimento na América Latina será apoiado, em uma primeira etapa, por um financiamento de 125 milhões de euros, disse o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso.

Além disso, o novo mecanismo "conseguirá mobilizar até 3 bilhões de euros", assegurou.

A criação do mecanismo tem o objetivo de impulsionar o financiamento de obras em setores prioritários, como o de infraestrutura e de redes de comunicações que favoreçam a integração regional e social.

Fontes da Presidência de turno da UE, ocupada pela Espanha, afirmaram que o novo mecanismo busca mobilizar fundos, tanto públicos quanto privados, para ajudar no empreendimento de grandes infraestruturas das quais a América Latina carece.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.