Tamanho do texto

País quer liberar programa de empréstimos de US$ 15 bilhões, suspenso por relutância do governo em aumentar preço do gás

O primeiro-ministro ucraniano, Mykola Azarov, informou que a Ucrânia vai retomar as conversas com o Fundo Monetário Internacional (FMI) para descongelar um programa de empréstimos de US$ 15 bilhões, segundo a Associated Press.

O programa foi suspenso no ano passado devido à relutância do governo em aumentar os preços do gás para as famílias. As autoridades temem adotar a medida impopular antes das eleições parlamentares, marcadas para o segundo semestre.

Leia : Ucrânia anuncia redução na importação de gás e preocupa Rússia

A economia ucraniana está sufocada pelos altos preços do gás russo, o que está colocando pressão sobre a divisa ucraniana. A Ucrânia defende um gás mais barato, mas resiste à pressão russa para ceder controle sobre seus gasodutos em troca de desconto.

Azarov diz que a Ucrânia propõe formar um consórcio de três lados entre Moscou, Kiev e a União Europeia para operar os gasodutos.

(com informações da Associated Press)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas