Tamanho do texto

Recado foi dirigido especialmente aos governos da Itália e Espanha, que precisam retornar à normalidade na situação orçamentária

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, insistiu nesta terça-feira que os governos europeus sejam responsáveis e reforçou a necessidade de que os Estados diminuam seus déficits e implementem as medidas acertadas pelo Eurogrupo no encontro realizado no mês passado.

O recado foi dirigido especialmente aos governos da Itália e Espanha, para os quais Trichet pediu o retorno à normalidade na situação orçamentária.

O dirigente do BCE, entrevistado pela emissora francesa Europe 1, indicou que não existe um único motivo para a crise da dívida atual, mas, sim, um conjunto de fatores.

Em termos gerais, observou, há um problema de confiança na economia global. Trichet comentou que o BCE está atuando nos mercados sencundários da dívida, mas não deu mais detalhes.

Operadores ouvidos por algumas agências de notícias deram conta ontem, por exemplo, que a autoridade monetária europeia comprou bônus italianos e espanhóis.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.