Tamanho do texto

Em meio à queda de produção de minério de ferro no último trimestre de 2008 e a propostas de licença remunerada a sindicatos, a Vale anunciou ontem contrato com três estaleiros nacionais para construir 49 embarcações, no total de R$ 398,6 milhões. Foram encomendados 15 rebocadores e dois comboios fluviais, com entregas que se iniciam este ano e se estendem a 2010.

O diretor de Portos e Navegação da Vale, Humberto Freitas, disse que a empresa manteve a decisão de fazer as encomendas por acreditar na recuperação do mercado no longo prazo. "Continuamos confiantes de que a crise vai se reverter e a gente vai voltar ao movimento normal daqui a três, quatro anos. Voltar ao normal significa crescimento. Queremos deixar nossos portos mais eficientes", argumentou Freitas.

O diretor revelou ainda que as propostas iniciais dos estaleiros nacionais tiveram de ser negociadas até se tornarem mais competitivas. "Fomos negociando e forçando até que fosse mais barato aqui dentro."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.