Tamanho do texto

Os interessados na concessão do Trem de Alta Velocidade (TAV) questionaram, em sessão pública para esclarecimentos do edital, a viabilidade de se cumprir os índices mínimos de nacionalização

selo

Os interessados na concessão do Trem de Alta Velocidade (TAV) questionaram, em sessão pública para esclarecimentos do edital, a viabilidade de se cumprir os índices mínimos de nacionalização. Representante da Mitsui do Brasil, que lidera o consórcio japonês, indagou sobre a possibilidade de flexibilização dessa exigência. O técnico da ANTT Roberto David afirmou que, caso haja a comprovação de que a indústria nacional não está apta, o governo pode livrar o concessionário do cumprimento de um porcentual mínimo de conteúdo nacional.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.