Tamanho do texto

Cerca de 280 trabalhadores rurais da Usina Tamoio, unidade do Grupo Cosan em Araraquara (SP), estão em greve por causa da redução dos salários. A queda ocorreu, segundo a empresa, pela diminuição na parcela variável relativa ao corte da cana.

Com as chuvas constantes na região, houve a redução no serviço e, consequentemente, na comissão paga acima do salário fixo.

Por meio de nota, a Cosan confirmou a paralisação parcial, iniciada na semana passada, e informou "que está em contato permanente com os funcionários e o sindicato local com o objetivo de normalizar a situação". Ainda segundo a empresa, o acordo coletivo para a categoria, negociado em maio, com aumento de 5,83% sobre os salários, foi cumprido normalmente. "Todos os funcionários da companhia têm contratos de trabalho regidos pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho)", concluiu a companhia. A usina, de acordo com a Cosan, produz apenas açúcar e opera normalmente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.