Tamanho do texto

A montadora japonesa anunciou a medida devido a problemas no depósito de combustível e nos freios

A montadora japonesa Toyota anunciou hoje que fará um recall de 1,53 milhão de veículos no mundo todo, dos quais 599 mil no Japão, devido a problemas no depósito de combustível e nos freios.

O porta-voz da empresa Paul Nolasco disse à Agência Efe que não tem informações sobre algum acidente ocorrido por esses defeitos, que segundo as autoridades japonesas não acarretam um risco sério.

A líder mundial do setor automotivo, que há alguns meses passou por uma séria crise devido a vários recalls, indicou que, entre os veículos afetados, estão cinco modelos Lexus e seis da Toyota, como o Crown e o Highlander.

No total, serão chamados a recall por iniciativa da Toyota 599.029 veículos no Japão e 930 mil no resto do mundo, afirmou o porta-voz. Um dos problemas está relacionado a um defeito elétrico no sistema do tanque de gasolina, que, em determinadas circunstâncias, poderia afetar a chegada de combustível ao motor e fazer com que este não funcione.

O outro se refere ao cilindro mestre de freios. Esse defeito poderia fazer com que, em certos casos, a pressão sobre o freio fosse ligeiramente mais fraca que o normal. Fontes do Ministério de Transporte japonês disseram à Efe que receberam relatórios de aproximadamente 600 usuários que haviam detectado algum destes problemas.

Os modelos afetados são Crown Majesta, Higlander (conhecido como Kluger no Japão e na Austrália), Toyota Mark X (Reiz na China), Alphard, Avalon, Lexus RX (Harrier), Lexus GS350, Lexus IS250 e Lexus IS350. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.