Tamanho do texto

A TIM elevou a quantidade de clientes no terceiro trimestre deste ano, mas a receita média gerada por eles apresentou queda em relação ao mesmo período do ano passado. Enquanto o total de clientes da operadora de telefonia celular passou a 39,6 milhões, um crescimento de 12,5% ante o 3ºtri08, com adição líquida de 1,774 milhão de clientes no 3ºtri09, a receita média por usuário caiu 12%, para R$ 26,5 ante R$ 30,1 no 3ºtri08.

Esse indicador, mais conhecido no setor como ARPU (do inglês Average Revenue per User) ficou praticamente estável em relação ao segundo trimestre deste ano, quando era de R$ 26,6 (-0,2%).

A média mensal em minutos de tráfego por cliente (indicador MOU) foi de 90 minutos no 3ºtri09, queda de 10,7% na comparação com o 3ºtri08, ou seja 101 minutos, porém representou um avanço ante os 73 minutos do 2ºtri09.

Em relatório de resultados, a companhia destaca a melhora no indicador de inadimplência. As provisões para devedores duvidosos (PDD) alcançaram R$ 99,6 milhões, 30,5% menos que no 3ºtri08. O desempenho veio de ações para melhorar os processos de concessão de crédito e cobrança, segundo o documento.

O PDD também foi citado na explicação sobre o Ebitda (lucro antes de juros, taxas, depreciação e amortização), que chegou a R$ 759 milhões no 3ºtri09, com queda de 5% ante o 3ºtri08 e aumento de 3,1% contra o 2ºtri09. Esse aumento em base trimestral é "resultado de um leve aumento da receita e custos operacionais que permaneceram estáveis. Apesar das intensas atividades comerciais, estamos mantendo nosso plano de eficiência em vigor através de um controle rígido sobre custos discricionários", entre os quais PDD.

Na comparação do 3ºtri09 com o 3ºtri08, porém, impactou o Ebitda "a perda da base pós-paga (-7,6%) além de maiores esforços comerciais". Por sua vez, no segmento pré-pago a base de clientes alcançou 33,3 milhões, avanço de 17,3% sobre o 3ºtri08, "alavancados pelo plano Infinity, que alcançou mais de 11 milhões de usuários, representando mais de 30% da nossa base pré-paga", diz a companhia.

A margem Ebitda no 3ºtri09 é de 22,7%, 0,7 ponto porcentual menor que no 3ºtri08 (23,4%), porém maior em 0,4 pp que no 2ºtri09 (22,3%).

A TIM terminou o período com market share de 23,8%, queda de 1,2 ponto porcentual ante os 25% de participação de mercado no 3ºtri08 e ganho de 0,1 p.p sobre o 2ºtri09 (para 23,7%).

Os investimentos foram de R$ 536 milhões no 3ºtri09, acima dos R$ 511 milhões um ano atrás, mas em porcentual da receita líquida o capex permaneceu em 16%, como destaca o relatório.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.