Tamanho do texto

A Telefônica encerrou o terceiro trimestre deste ano com 2,578 milhões de clientes de serviços de acesso à internet banda larga, oferecidos por meio das marcas Speedy e Ajato. O número representa uma redução de 5,5% em relação ao trimestre anterior e um aumento de 5% na comparação com o mesmo período de 2008.

A empresa atribui o resultado à proibição da comercialização do Speedy entre os dias 22 de junho e 27 de agosto pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Por conta da restrição determinada pela agência, as receitas com transmissão de dados da Telefônica registraram uma queda de 1,5% no terceiro trimestre ante o período de três meses anterior, para R$ 1,054 bilhão. Na comparação com o mesmo período do ano passado, a receita aumentou 11,8%.

O serviço de TV por assinatura oferecido pela Telefônica também sofreu uma redução por conta proibição do Speedy, já que o serviço é majoritariamente comercializado por meio de trios. No terceiro trimestre, o número de clientes atingiu 508.212, queda de 1,2% em relação ao final de junho e alta de 19,6% ante igual período do ano passado. Já a receita com o serviço, de R$ 151,6 milhões, caiu 4,2% na comparação com o segundo trimestre e apresentou um aumento de 45,3% em relação a julho a setembro de 2008.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.