Tamanho do texto

O presidente da Telefónica para a América Latina, José María Alvarez Pallette, reiterou que a receita do grupo na região crescerá entre 11% e 14% este ano na comparação com 2007, quando faturou 20,1 bilhões de euros (US$ 25,4 bilhões) no subcontinente. O executivo disse também que a taxa de crescimento do PIB da América Latina, de onde a empresa obtém cerca de um terço de sua receita, deverá se desacelerar no ano que vem, para 3%, dos 5% atingidos nos últimos anos, mas a região continuará sendo um destaque para o grupo.

As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.