Tamanho do texto

SÃO PAULO - Os acionistas controladores da Telecom Italia rebaixaram hoje em US$ 1,83 bilhão o valor de sua participação no capital da operadora, após meses de especulações de que a referida baixa contábil já estava nos planos. Agrupados na holding Telco, os controladores da operadora informaram em julho do ano passado que o valor de mercado de sua participação tinha caído 5 bilhões de euros desde a aquisição da fatia, ocorrida em abril de 2007, mas alegavam que não fariam a baixa contábil por se tratar de um investimento de longo prazo.

Em comunicado distribuído nesta quinta-feira, a Telco informou que a baixa contábil, que levou a 2,2 euros o valor de cada ação possuída pela holding, foi realizada com base em um "parecer imparcial" de um banco de investimentos.

Em julho, para efeito de comparação, essas ações eram avaliadas em 2,695 euros cada. Apesar da redução anunciada hoje, o papel continua avaliado em mais de duas vezes o valor negociado em bolsa de valores, que hoje estava em 0,9875 euro no fechamento.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.