Tamanho do texto

BRASÍLIA (Reuters) - A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) votará, em sessão extraordinária na quinta-feira, o edital do leilão para a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, na Bacia do Xingu, no Pará. O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou nesta quarta-feira o preço máximo de 83 reais por megawatt/hora na licitação, acima do teto previsto inicialmente, que era de 68 reais.

O TCU também autorizou a elevação dos custos da obra para 19 bilhões de reais --o orçamento apresentado antes previa gastos da ordem de 16 bilhões de reais--, em razão dos ajustes feitos no projeto para atender às exigências ambientais impostas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

O leilão acontecerá 30 dias depois da publicação do edital no Diário Oficial da União, o que deverá ocorrer na sexta-feira --após a aprovação do documento pela Aneel.

(Por Bruno Peres)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.