Tamanho do texto

Maior parcela se deve às compras líquidas da autoridade monetária no mercado de câmbio à vista

O Balanço de Pagamentos do país foi superavitário em US$ 11,606 bilhões em setembro, mostrou o Banco Central (BC). A maior parcela se deve às compras líquidas da autoridade monetária no mercado de câmbio à vista, no valor de US$ 10,8 bilhões.

No nono mês de 2010, a conta de capital e financeira registrou ingresso líquido de US$ 15,184 bilhões. A conta corrente teve déficit de US$ 3,850 bilhões. A conta de erros e omissões foi superavitária em US$ 272 milhões.

Vale notar que, em setembro de 2009, o superávit no Balanço de Pagamentos foi de US$ 4,882 bilhões. No acumulado do ano até setembro, houve saldo positivo de US$ 34,497 bilhões no Balanço de Pagamentos. As intervenções do BC somaram US$ 29,9 bilhões no período. Entre janeiro e setembro de 2009, também houve superávit no Balanço de Pagamentos, de US$ 29,115 bilhões.

O Balanço de Pagamentos registra a conta de transações correntes (balança comercial, conta de serviços e transferências) e a conta de capital e financeira. Esta última inclui ainda as transferências de patrimônio, além de empréstimos e financiamentos de todas as modalidades, desembolsos de curto, médio e longo prazo e amortizações. Além disso, são descontados erros e omissões do balanço.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.