Tamanho do texto

SÃO PAULO - O saldo positivo registrado na balança comercial de julho, de US$ 3,304 bilhões, uma média de US$ 143,7 milhões por dia útil, foi o segundo melhor verificado neste ano e ficou atrás apenas do resultado de maio, de US$ 4,073 bilhões. Em junho, foi verificado superávit comercial de US$ 2,719 bilhões.

A observação foi feita pelo ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) em nota disponível em sua página eletrônica.

No documento, consta que, pelo desempenho médio diário, o superávit em julho foi 10,9% maior em relação a junho de 2008 (média diária de US$ 129,5 milhões) e 5,5% menor que o apresentado em julho de 2007 (média diária de US$ 152 milhões).

O ministério destacou ainda novos valores recordes históricos das exportações, de US$ 20,453 bilhões em julho, o que representa média de US$ 889,3 milhões por dia útil, e das importações, que se situaram em US$ 17,149 bilhões no mês passado, com média diária de US$ 745,6 milhões.

Com isso, foi apurada a maior corrente de comércio mensal - soma das exportações com as importações - da história econômica do país, de US$ 37,602 bilhões.

De janeiro até julho, o superávit comercial acumulado equivaleu a US$ 14,653 bilhões, uma média diária de US$ 100,4 milhões. Pela média diária, o saldo positivo ficou 38,7% menor que o registrado no mesmo período do ano passado (US$ 163,8 milhões).

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.