Tamanho do texto

Resultado mensal é o melhor do ano; com isso, saldo positivo acumulado em 2011 chega a US$ 8,6 bilhões

A balança comercial brasileira fechou maio com superávit de US$ 3,529 bilhões, o melhor desempenho mensal de 2011. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

O saldo resulta de exportações de US$ 23,211 bilhões e importações de US$ 19,682 bilhões. As vendas externas aumentaram 31% em relação a maio do ano passado, enquanto as importações tiveram aumento de 38%.

Pelo critério da média diária, as exportações cresceram 25% ante maio de 2010, quando a média diária exportada foi de US$ 843 milhões. Na comparação com abril deste ano (média diária de US$ 1,061 bilhão), houve queda de 0,6%.

A média diária das importações registrou um crescimento de 32% ante a média de maio de 2010 (US$ 678,8 milhões). Na comparação com abril deste ano, quando a média diária foi de US$ 963,7 milhões, houve um recuo de 7%.

Na quarta semana de maio (do dia 23 ao dia 29), a balança comercial brasileira registrou um superávit de US$ 320 milhões, com exportações de US$ 4,783 bilhões e importações de US$ 4,463 bilhões. Na quinta semana (do dia 30 ao dia 31), o saldo da balança foi positivo em US$ 463 milhões, com exportações de US$ 2,163 bilhões e importações de US$ 1,7 bilhão.

Maio foi o mês com maior número de dias úteis no ano até agora e também contou com uma alta do dólar frente ao real depois de três meses de enfraquecimento.

Acumulado do ano

No ano até maio, a balança acumula superávit de US$ 8,558 bilhões, quase metade do valor projetado para 2011 –  segundo analistas consultados pelo Banco Central para a pesquisa semanal Focus, a balança deve fechar o ano com superávit de US$ 20 bilhões.

Pelo critério da média diária, o acumulado até maio é 52,5% maior que o registrado em igual período do ano passado, quando a balança comercial acumulava superávit de US$ 5,613 bilhões.

No ano, as exportações somam US$ 94,616 bilhões, com média diária de US$ 918,6 milhões. Na comparação com igual período do ano passado, quando a média diária exportada foi de US$ 706,8 milhões, houve um aumento de 30% nas exportações neste ano.

As importações somam, em 2011, US$ 86,058 bilhões (média diária de US$ 835,5 milhões). Na comparação com o mesmo período de 2010, quando a média diária importada foi de US$ 651,8 milhões, houve um aumento de 28,2%.

A corrente de comércio do período (soma das importações e das exportações) atingiu US$ 180,674 bilhões, um valor 30,4% superior aos US$ 138,573 bilhões verificados em igual período do ano passado. No acumulado dos 12 meses encerrados em maio, a balança comercial brasileira registra superávit de US$ 23,139 bilhões, com exportações de US$ 224,438 bilhões e importações de US$ 201,299 bilhões.

( Com AE e Reuters )

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.