Tamanho do texto

SÃO PAULO - Presente no Brasil desde 2008, a gestora britânica de fundos de investimentos imobiliários Squarestone Brasil Ltd. prepara nova investida no país.

A empresa anunciou uma oferta pública de ações em Londres para obter 250 milhões de libras que serão investidos na construção, incorporação e administração de shopping centers de última geração.

Já estão planejados três novos empreendimentos. Embora não tenha revelado a localização desses projetos, a companhia ressaltou que sua prioridade inicial será a região Sul/Sudeste do país e que o perfil previsto é de centros com no mínimo 20 mil metros quadrados de área total, voltados para os consumidores das classes B e C.

"Este lançamento de ações representa não apenas a oportunidade de ampliar e aperfeiçoar os dois empreendimentos já instalados no país, como também a possibilidade de implementar os três novos projetos cujo potencial foi já identificado por nossa equipe", disse o presidente-executivo da Squarestone Brasil, James Morse, em comunicado.

Atualmente, a empresa detém dois shoppings no país, o Bonsucesso, de Guarulhos, e o Golden Square, em São Bernardo do Campo.

Segundo o presidente da companhia, Tony Campbell, a emissão de ações representa uma fantástica plataforma de acesso, com financiamento sólido, a um mercado que vive em plena efervescência tanto no âmbito econômico como de consumo e construção.

De acordo com os analistas da companhia, existe um vasto potencial de novos negócios no país no setor de shoppings. E embora o mercado já trabalhe com conceitos internacionais, ainda há modernas práticas que podem ser aplicadas para aprimorar resultados.

Com base em estudos, a Squarestone avalia que o Brasil ainda está longe da média internacional de oferta de espaço para varejo em shopping centers.

Essa média, que nos Estados Unidos é de 606 metros quadrados para cada mil habitantes, no Brasil é de apenas 47 metros por mil habitantes. Ainda para efeito de comparação, no México a relação é de 100 metros por mil habitantes e na Espanha fica em 249 metros por mil habitantes.

(Eduardo Campos | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.